Compressor parafuso: tudo o que você precisa saber sobre esse modelo!

09/10/2020 | Outros
Compressor parafuso Pressure

No mercado, atualmente, existem três tipos principais de compressores: os de diafragma, os de pistão e os de parafuso. Embora os compressores de pistão sejam bastante populares, o compressor parafuso exerce um papel importante e ganham cada vez mais espaço na indústria. 

E isso não é por acaso: embora os compressores de pistão ainda sejam utilizados para aplicações industriais, poucos são fabricados com altas potências capazes de suprir a necessidade de atividades que consomem grande quantidade de ar. 

Nesse cenário, o compressor parafuso passou a ser utilizado com frequência nas indústrias de alimentos e bebidas, petroquímica, militar, aeroespacial e automobilísticas. 

Como o compressor parafuso funciona?

Os compressores de parafusos podem ter motores elétricos ou a diesel. Esses motores são os responsáveis por acionar um par de parafusos, que se movem e fazem com que o ar comprimido seja conduzido até o local de dispensa. 

A principal diferença entre esses equipamentos e os modelos de pistão está nos rotores, que são classificados como macho e fêmea. Dessa forma, a estrutura desse compressor é simples, o que também é uma vantagem, já que diminui a complexidade da manutenção. 

Quais são os tipos de compressor parafuso que existem?

É possível encontrar compressores de parafuso de velocidade fixa ou variável. As principais diferenças entre eles são:

Modelo de velocidade fixa: na Pressure, os compressores parafuso de velocidade fixa possuem entre 10 e 30hp de potência. Por isso, são indicados para atividades que industriais que demandam baixa potência. Há modelos com base e base + secador e com reservatório + secador, como você pode conferir na tabela abaixo:

Compressor parafuso Pressure

Modelo de velocidade variável: a Pressure possui compressores de velocidade variável com potência entre 20 e 30hp, que são indicados para grandes indústrias. Ele é controlado por um inversor de frequência, que permite a variação de velocidade. Além disso, também consegue gerar, tratar e armazenar o ar em apenas uma unidade. Nesse caso, também contamos com modelos que possuem base e base + secador e reservatório + secador, como você pode conferir na tabela:

Compressor parafuso Pressure

Parafuso x pistão: quais as diferenças? 

Além da potência e dos rotores, existem outras características que diferenciam os compressores de parafuso dos compressores de pistão. E uma delas é muito benéfica para as indústrias: a quantidade de energia consumida. 

Em comparação com um compressor de pistão, o compressor parafuso consome cerca de 50% menos energia. No geral, a operação total desses modelos também é 60% mais econômica, já que as trocas de óleo também são mais prolongadas (a cada 8 mil horas, contra 200 horas dos compressores de pistão).

Os compressores parafuso também são mais silenciosos, têm manutenção mais simples, possuem maior vida útil e não vibram durante a operação. Além de todas essas características, o principal aspecto que faz esses compressores se destacarem é fundamental: são mais eficientes! E, assim, se tornam os preferidos das grandes indústrias.

Ficou por dentro de tudo sobre o compressor parafuso?

Entendeu qual é a função dos compressores de parafuso? Então essa é a hora de saber mais informações sobre os modelos de compressor parafuso da Pressure. E, para isso, a melhor escolha é falar com um de nossos revendedores!

Compressor parafuso Pressure

Compartilhe: