Consumo de ar comprimido em oficinas: saiba qual compressor você precisa de acordo com suas ferramentas

18/05/2021 | Ferramentas, Outros
ar comprimido

O ar comprimido é essencial para oficinas de todos os portes. Desde o conserto e enchimento de pneus, até a funilaria e pintura de veículos, contar com um compressor de ar é essencial para garantir um resultado profissional em seus serviços. 

Mas saber qual tipo de compressor é o mais indicado para a sua oficina não depende do tamanho do seu local de trabalho, nem de quantos clientes você atende por dia. 

A escolha do compressor está relacionada a um tema mais técnico: o consumo de ar comprimido. Ou, de maneira mais simples, quantas e quais ferramentas pneumáticas você utiliza diariamente. 

Nesse sentido, são consideradas características como potência do motor, tamanho do reservatório e quantidade de PCM atendida para saber se aquele modelo específico será capaz de dar conta das suas demandas. 

Qual a quantidade de ar comprimido que a sua oficina consome por dia? 

Algumas ferramentas pneumáticas consomem mais ar comprimido do que outras. E para apostar no compressor certo, é necessário saber a quantidade de PCM (pés cúbicos por minuto) utilizada por cada equipamento. 

Embora essa especificação mude de fabricante para fabricante (por isso é sempre muito importante que você consulte o manual da sua ferramenta), é possível ter uma ideia geral do consumo de algumas ferramentas. 

Para te ajudar, elaboramos essa tabela com os valores de algumas das ferramentas profissionais Pressure mais vendidas:

ar comprimido

Como é possível reparar de acordo com esses dados, o consumo de ar comprimido varia bastante entre as ferramentas. Por isso, também é importante ter em mente a soma total de todos equipamentos que você usa com frequência e não apenas se basear em um. 

Qual compressor é o mais adequado para a sua oficina? 

Depois de ter essa tabela como base, talvez fique um pouco mais fácil entender qual compressor escolher. Mas, com tantos modelos no mercado, ainda pode parecer meio confuso, não é?

Acontece que é mais simples do que parece! Explicamos de uma maneira bem clara: se as suas ferramentas consomem entre 7 a 20 PCM, a sua oficina tem um uso moderado de ar comprimido. Isso significa que um compressor profissional é o suficiente para atender as suas demandas. 

Nesse caso, considerando o nosso catálogo, a linha Storm é uma grande candidata para transformar o seu trabalho. Inclusive, o influenciador Leandro Torneiro utiliza um Storm 600 em sua oficina e está obtendo ótimos resultados! 

Mas a Storm não é a única linha que pode te ajudar. Na Pressure, temos outros dois modelos de compressores perfeitos para o seu tipo de oficina: o Vortex e o Notus. Enquanto o Vortex foi um lançamento do ano de 2020, planejado e fabricado para substituir e melhorar a antiga linha ONP, os compressores Notus já são clássicos da Pressure e têm como principal característica serem verticais

O Marcelo Tonella, que também é um influenciador, utiliza o Notus 10/80V, que além de ser vertical, ainda tem outra vantagem: ser móvel! Por isso, é um equipamento mais fácil de armazenar e movimentar em sua oficina. 

ar comprimido

Esclarecemos suas dúvidas sobre ar comprimido?

Esse conteúdo tem como objetivo servir como uma breve introdução para você que ainda não entende qual é o compressor mais indicado para a sua oficina. 

Mas lembra-se que o consumo de ar comprimido de suas ferramentas não é o único critério para escolher o equipamento certo. Outros pontos, como número de ferramentas e tempo médio de utilização, também são muito importantes! 

Pensando nisso, a Pressure preparou uma calculadora especial. Nela, você responde algumas perguntas rápidas e, com base em suas respostas, o programa indica qual é a nossa melhor linha para o seu trabalho. Legal, né?

Faça agora mesmo o teste gratuitamente e não tenha mais dúvidas!

ar comprimido

Compartilhe: